Burla nos serviços da ZON

Cingindo-nos aos factos, quem está a residir numa das nossas moradias, em que temos os serviços ZON, quiseram subscrever serviços adicionais. Contactando a ZON, foi perguntado por três vezes se haveria algum novo período de fidelização, e por três vezes lhes foi dito que não, que este não existiria por esta se tratar de uma residência em que os produtos ZON já existiam há bastante tempo. Foi então feita essa adesão telefónica.

Posteriormente, contactando a ZON após a instalação desses novos serviços, foi-nos dito que “afinal de contas” existia um período de fidelização de 12 meses, contrariamente tudo o que tinha sido afirmado anteriormente. Evocando as evidências da outra chamada telefónica, foi-nos recusado o acesso à mesma, mas foi-nos igualmente proposta uma alternativa – em vez de ficarmos fidelizados nessa moradia, ficássemos fidelizados na nossa morada principal, algo que obviamente rejeitámos. Ainda disseram que teríamos de pagar desistir da fidelização mencionada acima.

Ora bem, isto tem um nome – burla – e queria portanto aconselhar todos os clientes que pretendam mudar para a ZON a descartar, como falsas, todas as promessas feitas telefonicamente e que não tenham por escritos. Quanto a nós, vamos levar a situação a tribunal e desistir, quanto antes, de todos os serviços que temos com a ZON e que não estão em período de fidelização.

Twitter Digg Delicious Stumbleupon Technorati Facebook


1 Comentário para “Burla nos serviços da ZON”

  1. Joel diz:

    Zon é o maior roubo aos pobres da história de Portugal.
    Não sei como o Governo não poem mão a isto!

Deixa um comentário