CTT Expresso – Como se rouba o cliente

Há dias enviaram-me uma pequena encomenda de Lisboa para a Marinha Grande.
Pedi que ma enviassem por CTT Expresso porque era urgente e queria que ma entregassem na minha morada.
No dia seguinte tinha um aviso na caixa do correio, que está situada no átrio do prédio, isto é, já dentro do prédio.
Fui levantar a encomenda à estação dos correios e reclamei por escrito.

Cinco dias depois telefonaram-me.
O estafeta dizia que tinha tocado à campainha da rua e ninguém tinha respondido. Então entrou no prédio e colocou o aviso.
Curiosamente naquele dia e àquela hora estavam quarto pessoas em casa.

Fiquei a saber que o estafeta só tinha obrigação de tocar à campainha do exterior e só depois de eu lhe responder e me identificar (não sei como é possível uma identificação pelo intercomunicador) é que ele subiria ao andar referenciado como o do destinatário.

Estranha forma de entender uma “entrega ao domicílio” (ou na morada) !!!

A morada, para qualquer cidadão, incluí, entre outras coisas, o nome da rua, o número de polícia do prédio e o andar.

Para os CTT Expresso de Leiria o andar não conta !!!
Mas o cliente paga !!!
Paga antecipadamente um serviço que não lhe é prestado.
Sinto-me completamente burlado e vítima de um roubo.

Twitter Digg Delicious Stumbleupon Technorati Facebook


3 Comentários para “CTT Expresso – Como se rouba o cliente”

  1. fiodeprumo diz:

    “O estafeta dizia que tinha tocado à campainha da rua e ninguém tinha respondido. Então entrou no prédio e colocou o aviso.
    Curiosamente naquele dia e àquela hora estavam quarto pessoas em casa”.

    É um coincidência frequente (dizem muitas pessoas) estar gente em casa quando um carteiro deixa aviso para levantar um objecto num estabelecimento postal !!!!!!
    Pois saiba vc, que dá muito mais trabalho e leva mais tempo ao carteiro, escrever e deixar o aviso do que entregar o objecto.

  2. Patrícia Maia diz:

    É claro que houve um roubo e se há alguém que meteu dinheiro ao bolso foi a própria empresa, já que estas situações ocorrem a toda a hora e se formos reclamar nada acontece e ficamos exactamente na mesma… Hoje mesmo (e já é a segunda vez que acontece) eu estava em casa faltei ao trabalho pois a encomenda que estava a espera é de alguma importância e o senhor profissional da tanga dos ctt expresso nem tocou a campainha e pela segunda vez enfiou o aviso por baixo da porta do prédio para qualquer pessoa que passa-se poder ter acesso a algo que é pessoal e de responsabilidade, por sorte foram os meus sogros a dar com o aviso e entregaram-mo, liguei para o numero que indicavam no aviso e reclamei e qual não é o meu espanto quando descobri que eles não farão nada a esse respeito!!! Realmente os ctt expresso não respeitam ninguém e vão metendo dinheiro ao bolso sem prestar serviço algum!!! Isto tem de acabar como é que uma empresa com esta falta de profissionalismo ainda se mantém?!?! Eu em principio vou ter mesmo que passar as minha encomendas para outra empresa particular mas com o incomodo de que caso eu não estiver em casa terei de ir buscar as encomendas a Lisboa e não na estação de correios… Realmente não se admite a própria empresa dos ctt ter um acordo justo com uma empresa tão incompetente!!!

  3. Anastácio diz:

    Ainda que compreenda que o estafeta deveria ter feito melhor, não consigo entender razão para tal “fim-do-mundo”. Até parece que alguém meteu dinheiro ao bolso com essa situação. De facto as pessoas erram. Você é muito mesquinho.

Deixa um comentário