Escola Secundária Dona Luísa de Gusmão

Venho por este meio queixar-me ,visto que os meus telefonemas e deslocações constantes já não servem de nada. Muito resumidamente passo a descrever o meu caso:

  • No dia 11/03/2011 dirigi-me à escola Sec. D. Luisa de Gusmão em Lisboa à secretaria a pedir o Certificado de Habilitações do 12ºano, pois havia concluído as disciplinas em falta através do Decreto Lei 357/07 No Centro das Novas Oportunidades IEFP. Fui atendida pela D.Carolina Graça dizendo que teria que comprar um impresso, dirigir o meu pedido à Directora, pagar 5€ e que o diploma demorava 10 dias úteis a estar pronto. Concluí que o meu diploma estaria pronto a tempo e horas.
  • No dia 13/03/2011 face a encontrar-me desempregada á 7 meses por motivo de falência tive uma entrevista num Hospital,pois apesar de não estarem a recrutar ninguém Oficialmente ,iriam abrir uma excepção visto ter trabalhado na área de saúde e ter sido indicada por uma pessoa influente as ditas “Cunhas”,mas que apesar de ter um curriculum muito vasto precisava de ter o certificado pois iria trabalhar para uma entidade do Estado e a srª dos Recursos Humanos cumpria sempre os requisitos exigidos.

Garanti que o Certificado estaria pronto no máximo no dia 25 ou 28 de Março.

  • No dia 14/03/2011 fui contactada pela D.Carolina da Sec. Luisa de Gusmão a dizer que o meu processo havia sido transferido para uma escola na Amadora a D.João V,e era lá que tinha que pedir o diploma.

Disse que em 2006 tinha feito a matricula na Sec.D.Luisa de Gusmão para o ensino Recorrente mas face a contratempos de trabalho não chegaria a tempo das aulas ,então pedi transferencia para uma escola mais perto do meu local de trabalho a sec.D.João V.No entanto nesse mesmo ano ganhei uma bolsa de estudo do meu Instituto de linguas e fui para Inglaterra,esquecendo o assunto.Permaneci lá 1 ano,sendo que nunca fiz nada na escola da Amadora.Apesar disso e devido á insistência da D.Carolina dirigi-me á outra escola e falei com a D.Carla da Secretaria,a qual ficou surpresa com a exigência da outra escola,pois apesar de o processo ser transferido o que transita de uma escola para a outra são cópias autenticadas e nunca o processo original que a D.carolina dizia não estar lá.Face a esse esclarecimento por parte da Escola da Amadora dirigi-me de novo á Sec.D.Luisa de Gusmão e disse isso á D.Carolina,pelo que a mesma me disse que ía falar com uma colega e me ligava depois.

  • No dia 17/03/2011 face a não ter qualquer satisfação liguei á D.Carolina da Sec.D.Luisa de Gusmão a qual mandou uma colega dizer que o meu diploma seguiria por correio.Estranhei mas nada chegou.

O tempo foi passando e cada vez que ligava  para a D.Carolina da Sec.D.Luisa de Gusmão a resposta era que tinha que aguardar que não estava esquecido,até que deixou de me atender os telefonemas dizendo uma colega que ou estava ao telefone,ou no arquivo,ou estava de folga ou estava de baixa,etc.

  • No dia 28/03/2011 liga-me a pessoa que me fez a entrevista no Hospital a dizer que não tinha palavra e que tinha incomodado pessoas influentes , que não tinha dado importância ao caso e que tinha abusado da confiança das pessoas .Que não adiantava pois tinha perdido a vaga de emprego.Fiquei tremendamente nervosa e fui para Lisboa á Sec.D.Luisa de Gusmão,estava decidida a fazer reclamação no livro.Quando lá cheguei fui atendida por outra srªa a qual me deu a velha desculpa a Carolina não está e eu não posso ajudar porque não trato da parte dos alunos.Pedi o livro de reclamações a qual se negou dizendo que a pessoa responsavel estava a chegar e era aguardar um bocado que me dava informações sobre o meu caso.Pedi para falar com a Directora pois alguém tinha que tomar conta do caso,e nada,a Directora estava ocupada e não se convoca uma reunião no próprio dia. estava Qual não é o meu espanto quando vejo ao fundo do corredor a D.Carolina a dizer que não ía outra vez para o arquivo e que estava farta deste assunto.Como andava a acabar um curso fora de Lisboa e não tinha mais tempo acabei por me ir embora sem sucesso,quer a nivel de respostas quer a nivel do livro de reclamações.
  • No dia 01/04/2011 fui a Lisboa de manhã de novo á Sec.D.Luisa de Gusmão fui atendida com ironia pela srª que se recusou a dar-me o livro de reclamações a qual me disse que a pessoa que assinava o diploma só estava depois das 13h.Voltei ás 14h30 disseram-me para esperar e ao fim de 1h30 minutos de espera aparece a Drª Ana Flor com o meu processo que outora diziam não ter analisando as minhas notas de fio a pavio referentes ao ensino secundário e perguntando quem tinha dito que só tinha que fazer aquelas disciplinas.Desconhecendo até pormenores sobre o Decreto lei 357/07 efazendo perguntas estúpidas acerca dos meus diplomas do IEFP.Para me acalmar disse que iria enviar um fax naquele dia 01/04/2011 para a Sec.D.João V a solicitar o meu registo biográfico e o despacho em como não tinha feito lá nada pois não podia assinar nada sem o comprovativo e pedindo muito para não fazer reclamação que o mais que tardasse 2ªfeira teria uma resposta.Mais Uma vez aguardei.
  • No dia 04,05e 06 fui á Amadora e passei pela escola D.João V e não tinha chegado fax nenhum.Passei-me.
  • No dia 06/04/2011 fui a Lisboa á Sec.D.Luisa de Gusmão disposta a fazer a reclamação e a não aceitar mais desculpas ,conclusão a pedido da chefe de secretaria D.Paula Carmo que não fizesse reclamação que o fax ía seguir naquele dia e naquela hora,o fax seguiu dia 06/04 ás 12h23  com data de 1/04/2011 sendo a confirmação de Ok do dia 06/04/2011 ao 12h30.E que me passava uma declaração para tentar de novo o emprego no Hospital a dizer da demora do Certificado e que realmente tinha requerido no dia 11/03/2011 mas até á data de 06/04/2011 este ainda não se encontrava pronto pois assim mostrava que tinha palavra.Caricáto mas acontece.
  • Conclusão entre esperas ,deslocações,telefonemas,burocracias,etc posso dizer-vos que o meu diploma fica pronto hoje dia 08/04/2011 ás 16h30 hora que a secretaria fecha e que a Directora pode falar comigo e me entregar.Sinto-me lesada,em tempo,$,e enganada com tantas mentiras e falsas promessas.Acho isso um escândalo e não entendo a razão de tanta ignorância e burocracia.

14 pensamentos em “Escola Secundária Dona Luísa de Gusmão”

  1. Oh Sra. Margarida,
    se tem conhecimento sobre as leis sabe que o livro de reclamações jamais deve ser recusado em situação alguma.Independentemente de ter razão ou nao. Se não sabe aconselho-a a se informar. As experiências das pessoas com as instituições varia como tal respeita a liberdade das pessoas demonstrare, o seu desagrado perante um mau funcionamento de uma instituição. Certo D. Margarida?

  2. Apenas digo que a forma venenosa como esta senhora conta a sua história não diz a verdade, diz sobre a sua verdade.
    Falhas todos os serviços, escolas ou não, têm.
    Há que compreender que, por vezes, infelizmente, as coisas demoram tempo.
    Quanto ao livro de reclamações se achava que tinha razão ninguém a iria dissuadir de não apresentar a sua reclamação. Deveria tê-lo feito.
    É estranho esta senhora pensar que as pessoas que constituem a Direcção de uma escola, assim que solicitadas tenham que vir atender de imediato quem o solicita, sem qualquer marcação.
    Finalmente, esta história serve apenas uma vingança pessoal e o desejo de difamação, caso contrário não citaria os nomes das pessoas envolvidas que, caso não vejam esta queixa, não têm direito a defender o seu bom nome.
    ESpero que esta sra consiga em breve um emprego pelas suas capacidades e não por cunhas, como a própria confessa.
    Sobre a escola referida, porque já a frequentei, e as pessoas mencionadas, só tenho a dizer bem.

  3. Permitam-me fazer uma pergunta por que é que com tantas queixas para se comentar neste site só comentam mais e só se focam nesta queixa da escola?
    Bem se vê que são Portugueses encrenqueiros e briguentos.Lavagem de roupa suja como falam .

  4. Realmente esses comentadores focam-se em lavagem de roupa suja e não se dão ao trabalho de compreender a queixa em si.
    Pelos vistos existe muita mentira envolvida pois se não fosse verdade da conclusão do 12ºano da outra srª esta não teria agora o diploma.Concordam comigo?
    Acho no meu ver que essa srª Carolina devia ter mais formação,delicadeza etc.Porque para estar atrás de um balcão a atender o público tem muito que se lhe diga.
    Devo dizer também que se a outra srª não tivesse capacidades ou habilitações esta não teria ganho bolsa de estudo e ter ficado em Inglaterra durante um ano.
    Peço a todos os comentadores que se foquem na queixa e não nestes joguinhos de comentários medíocres de comentadores que devem ter palas nos olhos.
    A razão está do lado da srª que requereu o seu diploma independente do que estaria por trás disso pois é um direito dela.É lei.Quanto a conseguir um emprego através de um concurso público devo lembrar que essa pessoa salientou que não era oficial,daí não ter sido através de concurso aberto,e sim face á sua experiência na área (não especificando qual),até podia se calhar ir trabalhar na limpeza do hospital,no arquivo,no secretariado ou ser auxiliar,não sabemos…
    Como poderemos tirar conclusões precipitadas?
    Além do mais essa pessoa podia muito bem ter tirado alguma especialização,por isso não nos podemos focar só em suposições e sim em factos.

  5. De facto, dentro de cada Português existe um José Sócrates, id est, todos os Portugueses gostam de subverter a Lei, de contornar os requisitos, e de lucrar com isso. Ora, se, para a larga maioria dos comentadores, ter um emprego que não se merece (pois não foi conseguido através de concurso público e, ainda por cima, sem possuir as qualificações necessárias para o exercer, mas por uma rede clientelar do tipo usado pela administração romana) é louvável, então penso que essas pessoas não deveriam ousar opinar acerca do mau estado do erário público. De facto, merecem sim pagar a bela crise em que nos colocaram. Parabéns, Portugueses corruptos e fala-barato!

  6. Esta senhora é aquilo que, no nosso atendimento ao púlico, chamamos de “bico de pato”, ou seja, conta as histórias exagerando bastante nas partes que lhes interessa. Por exemplo, ela contou tudo isto MAS alterando o facto de, por exemplo, lhe termos dito que ela não tinha ainda acabado o 12º ano. Em vez de ligar a isso, simplesmente se pôs a teimar, uma e outra vez, que tinha feito, que já o tinha terminado, etc., quando isso não era – de todo – verdade.

    Quando, por exemplo, ela diz que me ligou, só não disse (provavelmente esqueceu-se!) é que me estava constantemente a ligar, hora após hora, para saber de algo que, já lhe tínhamos dito, nem lhe poderíamos dar, já que ela não terminou ainda o secundário.

    De futuro, para difamar outras pessoas na internet, tente pelo menos contar a verdade. Pela parte que me compete, e dos serviços locais, vai ter notícias do meu advogado.

    1. Quanto á D.Carolina devo dizer que é muito corajosa atrás de uma tela de computador ,gostaria de ver essa coragem toda pessoalmente pois se calhar devia ter medo do “bico de pato” que diz que eu tenho pois nunca estava disponivel e faltou ao trabalho metendo baixa.Mais á frente posso esclarecer-lhe que a sua estupidez não tem limites pois se assim fosse de eu não ter concluido o 12ºano ,não teria AGORA o meu diploma.Engraçada a sua observação.Devo salientar que não tenho medo das suas ameaças,nem do seu advogado,e não preciso da internet para a difamar pois fi-lo pessoalmente na escola.Pode agradecer á D.Paula Carvalho por o não ter feito no livro de reclamações ou na Drel.

  7. Eu cá concordo com o sr. Carlos Carvalho. Esta “Elisabete” também deve ser daquelas que anda a fazer favores sexuais em troca de empregos…

    1. Para a ” coisa ” ( joao antunes )que se expressou de forma ordinária, pergunto, será que foi parido ou cuspido? `ecom estás” coisas” que gostaria de ter um acerto de ” cavalheiros “… e vou apanha-los.

  8. Parabéns aos comentadores Sr.Miguel e Elisabete ,pois por vezes á certos comentários que as pessoas fazem que …nem se comenta.É o caso do comentário infeliz do sr.Carlos pois será que ele nunca recorreu ás ditas Cunhas para nada?
    Que anjinho que me parece.Deve ser daqueles que pensa que está sózinho no mundo e que não precisa dos outros para nada.
    Pois tal como desejou mal aos outros terei que dizer Deus queira que perca as assinhas de anjinho para ver se cai para a realidade.Comente sobre a queixa da pessoa, seja complacente e generoso e deixe os comentários estúpidos e fúteis para outros.

  9. Concordo a 100 por cento com o sr.Miguel, pois o Sr.Carlos não se preocupou com a queixa da pessoa em questão.
    E no meu ver se o sr.Carlos se acha tão esperto e inteligente terei que dizer que espero que seja uma piada.Lol como ele diz.
    Pois terei que corrigir os seus erros ortográficos para que futuramente não critique os outros por coisas fúteis e não lhes deseje mal.
    Escrita do Sr.Carlos Carvalho : chica-espera a correcção ortográfica é Chica Esperta.

  10. “Cunhas”? Lol, só espero mesmo que isto seja mesmo uma piada! SE não o for, só espero é que esta chica-espera não consiga o trabalho, para ver é se aprende a não achar que é mais que as outras!

    1. Esta é resposta para o comentário do senhor Carlos Carvalho pois em vez de ser compreensivo com a situação da pessoa que queria o certificado de habilitações por direito a tempo e horas visto que pagou.Está PREOCUPADO SE A PESSOA ÍA ARRANJAR EMPREGO POR CUNHAS OU NÃO. Infelizmente nos tempos que correm e no estado como está o nosso país por vezes face ás dificuldades teremos que recorrer a estes recursos independente se a pessoa se acha superior aos outros ou não.Deus queira que nunca esteja numa situação idêntica á deste queixoso.Pois o seu comentário foi muito estúpido,nem merecia ser publicado,pois pela sua arrogância e falta de compreensão vc havia de perder o seu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *