Estado da Habitação

Arrendei uma casa em 2010, a mesma estava precisando de algumas obras e em concordancia verbal com o Senhorio foram feitas as respetivas Obras e com o seu acompanhamento no local.

Mas havia elementos que o mesmo teria que solucionar: cilindro,ligação da água da companhia,humidade que provem do exterior, porta da habitação “podre”…etc.

Certos pontos por mim alertados, foram reparados como por exemplo o cilindro mas o mais importante e o prejudicial para a saude encontra-se por resolver: a humidade.

Em novembro de 2010, e após diversos alertas ao Senhorio o mesmo deslocou-se á casa em causa e mencionou que não era humidade(menciono que estou com as paredes e respetivos moveis cheios de verdete) mas sim o ressoar da casa por ligar o aquecedor…?!?!?!?!?

Tenho fotos tiradas ao local dessa altura. Desde lá para cá a situação não ficou resolvida, aguardei até á Primavera/Verão de forma a facilitar a verificação/obras que faziam a tal humidade e o mesmo tem-se feito desde então esquecido.

Vários telefonemas, a ida para pagar arenda serve de pretexto para o alertar do fato de não ter ainda resolvido e nada. Já fiz envio de 3 cartas registadas e o mesmo continua a indicar que “não expos o caso detalhadamente nem por escrito para ser analisada a situação”…

Isto só pode ser gozo, quando o mesmo esteve no local a ver a situação e as duas cartas enviadas explicavam onde e como está o local…

Nesta ultima carta fiz questão de enviar com fotos do local e as respetivas anomalias descritas para que o mesmo não pudesse indicar que não se lembra ou que não mencionei pormenorizadamente.

Segundo a lei, e do pouco que sei, devido a esta situação posso fazer queixa á Camara do Local onde resido e expor o problema para que eles indiretamente analisem a situação e se for o caso façam obras…. foi o que li…

Poderiam ajudar-me nesta situaçao, qual a medida que deverei tomar de forma a resolver um problema que presiste á dois anos.

Obrigada
Michaell

Twitter Digg Delicious Stumbleupon Technorati Facebook


Deixa um comentário