Queixas | Estado RSS Feed Desta Categoria

Lisboa Porca

Vivo nos Olivais-Sul e nunca vi a cidade tao porca como està.ainda não consegui ver ninguêm da camara ou da junta de frguesia dos olivais sul a fazer limpeza, já vai o tempo que se via os carrinhos de mão com os funcionários a fazerem limpeza,os contentores de lixo não são lavados pois cheira mal ao pé deles, as sarejetas estão entupidas devido às folhas de arvores não serem apanhadas, os jardins só são regados quando chove, manutenção nem vê-la, está tudo ao deus dará.

Enfim, pois os impostos que pagamos das faturas de Àgua,electricidade etc…cai todos os meses, pois estamos a pagar e não estamos a ser servidos, mas o que vejo, é que ao pé da junta da freguesia dos olivais sul as ruas ainda se vão mantendo limpas, a escola Sara Afonso ainda estava fechada para férias a minha filha comentou quando là passava ao pé…
Pai a escola está a ser arranjada vai ficar bonita…mas mudou de opinião quando as aulas abriram que afinal as salas por dentro estava tudo na mesma e agora com a chuva até chove lá dentro pois foi a cara que só lavaram para ganharem as eleiçoes.
OLIVAIS SUL QUÊM TE VIU E QUÊM TE VÊ…

Instituto de Segurança social, IP. Nota de Reposição Nº. 6080701

Exmo. Senhor,

Director de Instituto da Segurança Social, I.P.

Eu, Armindo José Martins Ferreira portador do NISS: 10185944079, residente em Rua da Fronteira 407, Edifício Magnólia bloco C – 301, Calendário V.N.Famalicão venho, por este meio, apresentar reclamação relativa a NOTA DE REPOSIÇÃO Nº.6080701 referente ao ano de 1999.

Exmo. Senhor, recebi no ano de 2009 a nota de reposição acima mencionada, tendo enviado carta registada invocando razões e solicitando a anulação da mesma, não me tendo sido enviada qualquer resposta entendi que a situação estivesse regularizada.

No final de 2011 para o meu filho requerer na faculdade a bolsa de estudo precisava apresentar declaração de não divida a Instituto da Segurança Social, quando meu espanto que me surge a respetiva divida, enviei nova carta registada (em anexo), invocando fundamentos e solicitando a anulação da respetiva NOTA DE REPOSIÇÃO Nº.6080701.

Prestações fundo de Desemprego

A minha queixa é bastante simples de explicar, em Agosto a empresa para quem trabalhava fez a rescição de vários elementos (trabalhadores) incluindo eu, como normal após receber a carta para fundo desemprego fui fazer a minha inscrição, tbm os outros trabalhadores fizeram o mesmo e ja receber o fundo desemprego.

Muito bem fiz a inscrição e passado um mês recebo uma carta a indicar que em setembro tinha 17 dias de trabalho na empresa que me despediu o que até os senhores devem achar pouco provavel, liguei logo para minha ex-empresa a qual responderam que foi um erro deles e iriam logo resolver, fizeram declarações a comprovar que foi lapso deles e enviaram pela s.social directa o documento a colocar o mes de setembro com os valores nulos, e muito bem ficou tudo OK, mas a empresa a espera e sabendo como funciona a segurança social enviou por mail para mim a copia da resposta da s.social ao erro que eles emendaram a dizer estar tudo resolvido com a situção do marco e que ja nao se teriam que preocupar porque tava tudo tratado, meus amigos foi em setembro estamos a meio de dezembro que eles dizem que falta actualizar.
ligo todos os dias ja perdi varios dias na segurança social e tenho o recibo nº20110353012534366 a comprovar que entreguei todos os elementos que comprovam a minha legitimidade para receber as prestações de fundo de desemprego.
peço por favor a vossa ajuda para conseguir que eles olhem para o erro deles com olhos de ver e me façam chegar o pagamento que é meu por direito.
muito obrigado

marco silva

GNR de Sabrosa precisa de repreensão

Agora é o comportamento da GNR de Sabrosa, na activa intervenção do quotidiano, motiva críticas de vários cidadãos, inclusive professores que exercem as suas funções neste concelho.

Acusam um GNR DE SABROSA: OSVALDO TEIXEIRA, natural da aldeia de Vale Mendiz, com residência na aldeia de Souto Maior/Sabrosa Vila Real e em exercício de funções no posto da GNR de Sabrosa, de comportamentos, despropositados, provocatórios e intimidantes, SOBRETUDO AOS PROFESSORES…
Diariamente, os docentes colocados no concelho de Sabrosa, confrontam-se com multas, depois do soldado acima citado os abordar, com atitudes verbais intimidatórias, ora durante os percursos que os docentes realizam, ora quando estes estão estacionados ou a estacionar.
Tanto os professores como habitantes, manifestam o desagrado da atuação do soldado supracitado, tendo este já sido agredido fisicamente, por um cidadão de alcunha ”Espiga” por haver tido uma atitude pouco assertiva, para com um habitante do concelho.
O comando da GNR de Sabrosa, parece que acompanha a “exaltação” do agente, com passividade e alguma inércia
Durante o presente mês de Dezembro, só multas aos professores do Centro Escolar de Sabrosa, são e foram muitas! Isto porque o citado soldado da GNR tem o seu filho a frequentar este estabelecimento escolar e parece não lidar muito bem com normas e atitudes pedagógicas, que podem ser consultadas no Despacho n.º 10393/2010, publicado no Diário da República, 2.ª série — N.º 119 — 22 de Junho de 2010.Entre os diferentes articulados, o Artigo 2.º -Princípios gerais de conduta, podia ajudar!.
Continuando:
Os docentes são abordados quando o agente se encontra à civil, ou este lhe faz “perseguição”, ”espera” para conseguir os documentos do veículo em “operações auto-stop. Questiona-os, sobre diferentes coisas e se no dia X ou Y, não estavam no sítio W, ou Z. Outras vezes apenas se lembra de reproduzir locais de pretéritas multas…. depois envia contraordenação e coima para casa dos professores , com a devida assinatura do Sargento do Comando, ou cabo em substituição do sargento comandante, com a respetiva coima de penalização.
O alegado agente, utiliza a viatura de serviço, para ir buscar o seu educando, desde 2009. Entra em recinto escolar devidamente fardado e não tem uma postura assertiva e pedagógica para com os cidadãos.
Tais casos merecem ser devidamente auditoriados,pelas entidades superiormente hierárquicas, no intuito de não denegrir a imagem de uma classe que deve prestar um serviço pedagógico-cívico á sociedade e não ser promotor de contestação, revolta, intimidação, indignação, perseguções, fomentadores de violência, desentendimentos, mau relacionamento e ameaças de caris psicossocial.
Cabe à GNR manter a serenidade a ordem e fomentar o civismo e o cumprimento legal das leis, sem perseguições e intimidações, coações, surgidas do nada.
Se eles não mantêm essa postura, como devem exigir que os cidadãos a mantenham?
O que as autoridades têm que fazer é evitar incidentes e não provocá-los.
A própria postura física do soldado da GNR, OSVALDO TEIXEIRA, que costuma, entrar fardado no recinto escolar, já compromete o “imaginário infantil das crianças” e a sua especificidade na forma de abordagem que faz ao cidadão comum, diz muita coisa por si só.
O comandante carece de ser questionado, por entidades superiormente hierárquicas, pelo contínuo e frequente desempenho do guarda supra, aquando da emissão e data da assinatura e testemunhas dos incidentes/contraindicações, que envolvem as multas avulsas, sem respetivas testemunhas.
Tudo o que posso dizer é que vamos aguardar que a situação seja resolvida nas instâncias superiores e judiciais próprias, se a situação continuar.
Nuno Carvalho – Advogado estagiário

Juntas Médicas da Segurança Social do Porto

Tiraram baixa a homem que só anda com muletas

Junta médica põe carregador de louça como apto para trabalhar

A Junta Médica da Segurança Social do Porto retirou a baixa médica a um homem de 55 anos que tem uma inflamação nos joelhos e só consegue andar com muletas. Hermínio Sousa está revoltado. Tem de carregar louça que distribui e com muletas não consegue o seu trabalho.
O pesadelo de Hermínio Sousa, de Rio Tinto (Gondomar), começou em Maio, quando um pé ficou negro e não aguentava com as dores. Foi à urgência do Hospital de Santo António, no Porto, onde lhe diagnosticaram pé diabético. Ficou de baixa médica.
Fonte: JN

Comentário:

As Juntas Médicas da Segurança Social do Porto deviam ser substituídas na totalidade ou mesmo acabar, dada a insensibilidade humana e material dos médicos

Policia Municipal

No dia 02-02-2012 às 13h e 15m na rua que liga a marginal ás Devesas junto á Gaiurbe quando me preparava para estacionar a minha viatura fui abordado por uma patrulha da Policia Municipal de duma forma agressiva que me disse que não podia estacionar naquele local (depois de estarem montes de carros estacionados).

Acusou-me de ter batido com a traseira do meu carro na viatura que se encontrava na retaguarda e para eu me por a nadar senão que ia ter chatices eu respondi para ele falar com calma e ele com tom ameaçador disse que me multava.

Sou um simples cidadão que sempre cumpri as minhas obrigações com parte do meu ordenado pago o salário dele.

Devia haver mais respeito por parte de agentes da autoridade que muita das vezes são eles que contribuem para o descrédito da autoridade.

O meu lamento pela falta de respeito que existe com o cidadão.

Habitações sociais na maia

Anda uma pessoa a vida toda a trabalhar para depois acabar desempregada e sem ter um sitio para viver em condições com a família.

Recorre-se à câmara municipal da maia e ao presidente para tentar arranjar uma habitação social a preços reduzidos e temos de ficar em lista de espera quando eu sei se fonte segura que muitos dos apartamentos da câmara estão vazios e a maior parte deles estão ocupados com famílias de bons rendimentos e não precisam de estar lá.

DEVIAM ANDAR NESSES PRÉDIOS A VER AS CASAS UMA POR UMA QUE VIAM LOGO QUEM JÁ NÃO MORAVA LA E QUEM TEM SÓ LUXO DENTRO SE CASA E AINDA DIZ QUE E POBRE.

DEVIAM VER AS CONTAS E IRS DE TODOS QUE MORAM EM BAIRROS SOCIAIS.

PRINCIPALMENTE OS DA MAIA.

O BAIRRO EM MOREIRA E UM DESSES EXEMPLOS PUSERAM LA PESSOAS HÁ QUASE 20 ANOS QUE COMPRARAM ESSES APARTAMENTOS POR NINHARIAS E AINDA OS ESTÃO A PAGAR E MUITOS NÃO PRECISAM. DEVIAM VER O QUE SE PASSA LA E EXPULSAR MUITA GENTE, RECEBIAM O QUE JÁ TINHAM PAGO E IAM PARA OUTRO LADO PORQUE PODEM E IA PARA LA GENTE QUE REALMENTE PRECISA COMO EU! !!

netemprego.gov.pt

Este sitio gov de pouca coisa serve.

Fazes o registo e depois tens de que te deslocar ao centro de emprego mais próximo para a activares!?

“A sua Inscrição ainda não foi ACTIVADA. Para tal deverá deslocar-se ao centro de emprego no prazo de 8 dias após o registo. Caso contrário a inscrição será automaticamente INVALIDADA. ”

CABE NA CABEÇA DE ALGUÉM.

Quem mora a + de 30KM acham que se vai deslocar? e para que?

Para lhe dizerem “continue a procurar você emprego” “etc”

Imaginem as pessoas que saem dos livros dos “desempregados”, será que são contabilizados?

Não me conformo com esta situação… para que toda a tecnologia se não serve para aproximar os portugueses do estado?

Queixa contra os CTT

Venho por este meio fazer uma queixa contra os CTT pois já é a segunda vez, da primeira há mais de um mês eu mandei uma carta para lisboa e já telefonei para a empresa e a mesma disse que ainda não tinha chegado, e eu estou irritado pois não tinha comprovativo em como mandei a carta.

Será que também temos que registar as cartas? Possa está pessoas não têm habilidade para ser carteiros e ainda a outra na semana passada mandei outra carta para uma amiga minha e também ainda não a recebeu será que foi extraviada?

Há carteiros que andam com a cabeça no ar e metem cartas de outras pessoas na caixa errada já me aconteceu por enquanto fica assim mas se continuar eu ponho os ctt em tribunal.

Sem outro assunto despeço-me com breves noticias,

Marco Aurélio Tavares

Governo

Este pais é mesmo uma desgraça ou melhor dizendo um pais de ladrões ora vou-vos contar como funcionam as leis deste miserável pais:

Sou um pequeno empresário do ramo da construção civil e como a maioria das pessoas  no segundo trimestre de 2011 tinha a pagar de iva 1195.00 € como sabia de fonte segura de que tinha um valor muito superior de IRS A RECEBER NÃO PAGUEI O VALOR VISTO SER INFERIOR DO RESPECTIVO IVA  ora para meu espanto através do site das finanças a que tenho acesso reparei que já tinha um processo de penhora, mas não fiz caso até pensei que se tratava de um engano das finanças.

2 dias depois recebo duas cartas em como iriam com um valor pagar o outro e que me seria enviado o restante  alguns dias depois recebo um cheque da diferença no valor de 35.80 € ao que fiquei descansado estava a divida paga.

Dias depois nem uma semana talvez recebo uma carta avisar de que ia ser alvo de processo de penhora pela falta de pagamento do respectivo iva  tratei de me dirigir ao departamento das finanças em vila verde Braga  onde expôs toda a situação e o que me e dito e que tenho de pagar o que devo com juros demora e multa para depois o estado me pagar sem juros sem multas sem nada.

Digam-me só serei eu que já estou a ficar té té ou o nosso pais funciona mesmo assim e que na verdade estou espantado com as leis deste pais  nos devemos ao estado pagamos juros e multas eles tem la o nosso dinheiro e não pagam juros a ninguém mas o mais caricato e devolverem-me o excesso dos dois valores agora fazerem esta trapalhada.  vou fugir deste pais antes que me comam vivo.

By: J SANTOS

Pagina 1 of 3123