Optimus Kanguru – Dividas Mistério

O meu companheiro em 2007 adquiriu uma pen de banda larga da Kanguru no Oeiras Parque, que tinha uma mensalidade que rondava se já não me falha a memoria uns 30 euros. Essa pen tinha uma fidelização de 12 meses, fidelização essa que foi cumprida na totalidade. Após um ano de utilização, o meu companheiro ligou para a Kanguru para cancelar o serviço, onde lhe informaram que iriam proceder ao cancelamento de imediato. Desde Março de 2008 que ficamos descansados porque tínhamos cancelado a pen, que agora já não precisávamos porque tínhamos wireless em casa.
optimus kanguru
Desde esta altura que não recebemos nenhuma carta a informar do atraso de qualquer tipo de pagamento ou consequente divida, porém, em Julho de 2011, recebemos uma carta em nossa casa (ao fim de 3 anos) informando-nos que “o nosso processo” tinha entrado na secção de contencioso da Kanguru e que se não pagássemos uma divida capital de 220€ + juros + despesas do solicitador (um total de 1200€) que nos iriam penhorar os bens e a casa!!!!

O mais incrível, é que mandei para lá uma carta a explicar que não percebia como em 3 anos não tinha recebido nenhuma carta a avisar que tinha uma “divida” e que realmente as cartas só começam a aparecer quando já estamos em contencioso (será apenas coincidência?!) uhm… bem, fui aos correios, e o senhor até se riu dizendo “3 anos de extravio???” não convence ninguém pois não?!

Recebi uma carta, como resposta à que tinha enviado, que basicamente me continuava a informar do valor da divida, valor este que nos recusamos a pagar, pois a Kanguru está simplesmente a tentar extorquir dinheiro a torto a direito dos clientes e ex-clientes, e o pior, é que o fazem com a maior cara de pau deste mundo.

Não temos dinheiro para ir a tribunal, mas quem tem e está na mesma situação, que por favor denuncie a forma de trabalhar desta empresa que é absolutamente vergonhosa!

By: Inês Ferreira

2 pensamentos em “Optimus Kanguru – Dividas Mistério”

  1. Isto é o nosso Portugal dos dias de hoje que me entristeze muito. Mas agora ainda por cima dissem que existe um acordo para pagamento entre mim e eles??? Dai-me o vosso pareçer por favor

    From: ApoioClientes.Contencioso@sonae.com
    To: amargedon_2@msn.com
    Subject: ASSUNTO: Acordo de Pagamento – Optimus – Comunicações S.A.1
    Date: Thu, 21 Jun 2012 14:49:25 +0000

    ASSUNTO: Acordo de Pagamento – Optimus – Comunicações S.A.1

    Conta Cliente n.º : 1.19608656

    Nº de Processo: 440506/08.6YIPRT

    Exmo. Sr. ROBERTO RAFAEL VIDREIRO FERREIRA

    A Optimus – Comunicações S.A. aceita o pagamento da dívida referente à conta cliente acima referida, a efectuar por Multibanco (pagamento de serviços), utilizando os seguintes dados:

    Prestações

    Data da Prestação

    Entidade

    Referência

    Valor

    1
    05-07-2012

    20603

    400336866

    235.08

    O pagamento também pode ser efetuado por cheque pré-datado ou vale postal, em nome da OPTIMUS – COMUNICAÇÕES, S.A., a enviar para a morada: Av. Senhora da Hora, 357, 4460 – 422 Senhora da Hora, agradecendo-lhe, caso seja esta a modalidade de pagamento escolhida, a indicação, no verso do documento, do n.º de conta cliente.

    Sem outro assunto de momento e com os melhores cumprimentos

    Departamento Contencioso

    Telf: 800 932 900

    Fax: 931 002 548

    E-mail: apoioclientes.contencioso@sonae.com

    Aproveito para esclarecer,

    Proposta de adesão n.º P0000250623 celebrado em 13-05-2007 n.º da conta.: 1.19608656
    Ultima fatura emitida pela vossa entidade já com o contrato anulado na loja onde foi celebrado, a 28-06-2008?
    Questionada a funcionária ao balcão que me disse para ignorar uma vez que se tratava de um erro técnico? Assim o fiz.
    29-09-2008 carta recebida da “Intrum justitia” N/REF.: 3947646 ao caso respondido pelo meu advogado com carta registada a ser entregue em mão.
    Carta com registo n.º RC073111651PT.

    Sem mais de momento,

    Roberto Rafael Vidreiro Ferreira

    ——————————————————————————–
    From: Minha pessoa.
    To: contacto.contencioso@optimus.pt
    Subject: RE: ENTRADA DE EXECUÇÃO PARA PENHORA – Contactar com urgência
    Date: Mon, 18 Jun 2012 21:58:15 +0100

    Boa tarde!

    Deve haver engano uma vez que ja se encontra o caso encerrado com resposta da vossa parte!
    Mas respondendo mais uma vez digo que não devo nada uma vez ter cumprido o meu contrato até ao fim e ter com antecedência anulado o dito contrato por carta escrita por minha mão na loja onde foi celebrado. Não satisfeitos continuaram a mandar cartas! Segui-se para visita ao meu advogado que por sua vez, enviou uma carta registada ao vosso departamento. O que foi que eu não percebi??? O que preciso de fazer mais???
    Agradeço resposta antes de continuarem e esclareçam-me por favor.

    Sem mais de momento,

    ROBERTO RAFAEL VIDREIRO FERREIRA

    ——————————————————————————–
    From: contacto.contencioso@optimus.pt
    To: Minha pessoa.
    Subject: ENTRADA DE EXECUÇÃO PARA PENHORA – Contactar com urgência
    Date: Fri, 15 Jun 2012 15:00:25 +0000

    Ex.mo(a) Senhor(a)

    ROBERTO RAFAEL VIDREIRO FERREIRA

    Decorrido o prazo estipulado e uma vez que a dívida não se encontra regularizada, serve o presente para informar que o processo judicial 440506/08.6YIPRT irá prosseguir, com as respectivas consequências.

    Agradecemos a atenção dispensada e disponibilizamo-nos para qualquer esclarecimento adicional.

    Com os melhores cumprimentos

    Contencioso – Departamento de Penhoras

    Av. Senhora da Hora, 357

    4460-422 Senhora da Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *