Algarve – Ferias – Burlas

Andava eu na Internet à procura de um apartamento no Algarve para as merecidas e desejadas férias, quando através de um site vi o anúncio de um apartamento T3 em condomínio em PORTIMÃO (Praia da Rocha).

Enviei um e-mail para mariobatista00@hotmail.com e perguntei se estaria livre para a data pretendida que seria de 6 a 13 de Agosto.

Ele respondeu-me, disse que na data pretendida estaria livre e que a partir de agora o contactasse por telefone para o nº 968267877.

Liguei então para esse nº e perguntei o que seria necessário para proceder á reserva e se não seria fraude, no qual me respondeu que era fidedigno (lá contou a historia do apartamento) e que seria necessário enviar 50% do valor total (450 euros) por vale postal para a morada abaixo:

Mario Batista Sá

Rua Campos Monteiro, nº 6

2725-998 Mem Martins

(Ctt das Mercés)

Então respondi que estes negócios via Internet não são seguros e disse-lhe que só enviaria 100 euros de sinal, mas por transferência bancaria no qual ele concordou e me enviou o NIB da CGD : 003506920001219160048, em nome de : LUIS FILIPE CAMACHO TEIXEIRA, no qual disse ser 2º titular da conta conforme comprovativo da transferência.
Algarve - Ferias - Burlas
Após o envio do sinal combinamos como seria com a entrega das chaves e o pagamento do restante. Ele disse-me que no dia 06-08-2011, dia da entrada, por volta das 17h30m na Av. Tomás Cabreira junto ao Hotel Algarve Casino.

Cheguei à hora marcada liguei ao individuo e nada, tornei a ligar e nada e assim umas poucas de vezes, pensei eu: vem a conduzir, vem sozinho e não pode atender.

Já impaciente e 30 minutos depois liguei de nº privado e ele atendeu, um pouco surpreso disse-me que estava um pouco atrasado, mais meia horita e estaria no local combinado, ao fim desse tempo tornei a ligar de privado e ele disse que estaria a chegar mais dez minutos, esperei, esperei e nada. Farto de esperar tornei a ligar de privado e ao fim de alguma insistência atendeu uma mulher no qual disse que estaria à entrada da Praia da Rocha, estariam mesmo a chegar e que não podia falar pois estavam com a policia atrás, “1º atendeu ele depois atende ela, um deles tem que ir no lugar do pendura, pois esse pode falar à vontade com a policia atrás ou à frente”.

Já impaciente e farto de esperar pois eram quase 22 horas, a ver gozar com a minha cara como com as pessoas que me acompanhavam inclusive uma criança pequena, sem jantarmos e sem sitio para dormir fiz uma última chamada, atendeu novamente a fulana e ameacei fazer queixa ás autoridades, ela disse-me que estaria mesmo a chegar, seria só mais 1 minuto, que quando visse um Audi A3 preto para acenar pois não podia parar naquele local, o que é mentira, pode parar sim senhor estacionar é que não, eu mesmo estive lá parado com o meu carro quando cheguei mais de 10 minutos e depois é que o estacionei ali perto.

Feito estúpido ainda esperei mais 15 minutos e nada!!!

Depois de burlado andei na net e vi que este individuo usa os seguintes usuários:

• camachojose00
• mariobatistaoo
• franciscocunha0 (entre outros!!!)

E sempre o mesmo nº : 968267877

By: Paulo Fernandes

Burla no aluguer de casas

O último dia de 2009 foi um autêntico pesadelo, para quem programou o fim-de-ano com antecedência tendo alugado moradias e apartamentos em Albufeira, que depois de pagarem descobriram que nunca existiram.

As vítimas alugaram moradias e apartamentos em Albufeira pela internet, pagaram e viajaram para o Algarve, mas quando lá chegaram descobriram que tinham sido burlados.

A GNR local recebeu 11 queixas de pessoas que foram burladas no aluguer de moradias e apartamentos em Albufeira e reforçaram os apelos para os cuidados a ter quando se aluga uma casa pela internet.
moradias apartamentos albufeira
Em declarações à Lusa, o responsável da GNR, Vítor Calado, explicou que o “modus operandi” da burla é semelhante a outros casos registados no Verão no Algarve e se baseia em publicidade de aluguer de casas em sítios da Internet.

Depois as pessoas pagam por transferência bancária e quando chegam ao local para pernoitar as “casas não existem“.

As pessoas devem desconfiar de imediato quando estão a falar por telefone com uma pessoa que tem um determinado nome e depois pedem para depositar o dinheiro na conta bancária de um titular com nome diferente“, exemplificou.

Conhecem mais casos de burla deste género? Partilhem.