Demissão de responsabilidades pelo senhorio e PSP

Durante cerca de 35 anos fui inquilino de uma seguradora, sendo os imóveis geridos, nos últimos anos pela Sogrupo – Gestão de Imóveis, da CGD, cuja principal preocupação é cobrar as rendas.

Há cerca de 3 anos, uma magistrada mudou-se para a casa ao lado. Tem um cão que quando é deixado sozinho, ladra todo o tempo, ansioso pela companhia dos donos. E é deixado dias inteiros sozinho, bem como até altas horas da noite ou até noites inteiras.

Reclamou-se várias vezes junto da dona, do senhorio e da PSP. Ninguém fez caso e continua tudo na mesma. há mais de 3 anos.

A PSP foi ao local mais de 40 vezes e além de nada ter feito, nem sequer os autos é agora questionada, e mente sobre o que viu. O senhorio demitiu-se de responsabilidades e escudou-se no silêncio para não chamar a atenção à magistrada e aproveitar para me obrigar a deixar a casa, por ser insuportável a situação, o que conseguiu.

Consegui aguentar-me durante alguns meses a pagar o arrendamento desta casa e de outra para onde tive de me retirar para não ficar louco, mas colapsei financeiramente.

Peço agora responsabilidades ao senhorio e continua a nada me responder fazendo constar que saí do apartamento apenas porque quis. 

Disse em determinada altura iz que como há queixa-crime apresentada na PSP é o tribunal que deve resolver.

Outros vizinhos se têm queixado e já houve actos violentos por causa da repetida violação da tranquilidade das pessoas e da falta de atitude de PSP e senhorio.

Além de advogados e tribunal, porque não tenho dinheiro para isso, que posso fazer para pedir responsabilidades à PSP e principalmente ao senhorio?

Já deixei a casa em Janeiro mas a minha revolta ainda não acalmou. Que posso fazer contra tanta injustiça?

Nem me falem em ter matado o cão porque o animal é mais uma vítima de gente irresponsável e mal educada e de entidades que não aceitam obrigações que têm.

Posso EXIGIR ao senhorio responsabilidades por não me ter garantido o sossego a que temos direito?

By: Luís Varela

Twitter Digg Delicious Stumbleupon Technorati Facebook


Deixa um comentário