Serralves – Jazz no Parque

Inacreditável falta de organização e de respeito foi o que presenciamos ontem em Serralves, no Porto.

Fomos supostamente assistir ao primeiro dia do “Jazz no Parque”, mas após uma hora de espera em fila tivemos que vir embora dado que os bilhetes tinham acabado. E acabaram porque entretanto tal era a falta de organização na venda de bilhetes que nos devem ter passado à frente talvez mais de 70 pessoas.

Além disso, em vez de fazerem contagem dos bilhetes comprados online juntamente com a quantidade de pessoas que estavam na fila, para perceberem que não dava para todos e chegarem a um ponto em que avisavam as pessoas que a partir dali já não havia bilhetes, não, só o fizeram após uma hora de espera infrutífera em fila.

Como é possível que pessoas supostamente profissionais na organização de eventos ainda não se tenham apercebido que tem que haver um sistema de fila controlada para a compra de bilhetes (assim como para a entrada quando não há lugares marcados)? Já recentemente presenciamos algo do género no deplorável concerto dos 75 anos da Renascença, e aqui fomos pelo mesmo caminho.

Em primeiro lugar, a falta de respeito das pessoas que passavam à frente fazendo como se não entendessem que tinham que esperar na fila, e que conseguiam efectivamente passar dada a grande confusão do aglomerado junto às bilheteiras. Mas esta falta de civismo infelizmente já sabemos que existe por isso cabe aos organizadores dos eventos evitar os seus efeitos. É assim tão difícil perceber que basta colocar grades laterais até ao ponto de venda, de modo a que se forme uma fila única e estas situações não aconteçam?

Para além de passarem à frente ainda causaram confusão ao fazer com que se formasse uma suposta segunda fila porque a venda de bilhetes para o museu estava no caminho da fila dos bilhetes para o Jazz no Parque. Enfim, uma tremenda desorganização que causou uma grande desilusão perante tanta falta de profissionalismo.

By: Joana

Twitter Digg Delicious Stumbleupon Technorati Facebook


Deixa um comentário