Tabacaria Castor

Hoje dia 26 de Maio 2011, dirigi-me à Tabacaria Castor na Rua da Beneficência nº197 para comprar um cartão de jogo de raspar.

A funcionaria indicou-me dizendo estes são de 1 euro e estes de 2 euros, os cartões estavam atrás do balcão e eu não tinha acesso aos mesmos para ler os prémios e as condições. Pedi mais informações ou para ver o cartão.

A funcionaria recusou-se dizendo que não podia me dar o cartão, eu lhe perguntei varias vezes porque e depois de varias tentativas ela disse que tinha medo que eu pegasse nos cartões e fosse correr na rua.

Perante o insulto e disse-lhe que eu não ia comprar um produto sem saber o que comprava. E que eu sendo cliente tenho direito a ser tratada como tal e a saber o que estou a adquirir.

A senhora disse que eu estava lá a criar confusão e que nem sequer tinha intenção de comprar nada e que saísse a rua de imediato. Eu fui a casa buscar o BI e de seguida voltei ao estabelecimento para escrever isso tudo no livro das reclamações.

Alem do facto de ser mal tratada, eu já tinha ouvido que outras pessoas já tinham sido vítimas de humilhação nesta mesma loja. Se alguém tiver de escolher entre esta papelaria e outra, aconselho a deslocar-se e ir a outra ou escrever no livro de reclamações se a senhora não o respeitar.

By: Denise Santos

Twitter Digg Delicious Stumbleupon Technorati Facebook


Deixa um comentário