Burlada pela On Telecom

A minha mãe, uma senhora de 64 anos recebe em sua casa uma chamada de uma senhora que se identificou como pertecendo à Portugal Telecom e pede para responder a uma simples questão ” Qual o rio que corre na cidade de Coimbra? ” resposta imediatamente dada pela minha mãe. Qual não foi o seu espanto quando lhe dizem que ganhou 200€ só teria que ligar para um determinado número para receber o prémio.

Apesar de desconfiada a minha mãe confiou na prestigiada empresa Portugal Telecom à qual ela dizia pertencer e empatou a conversa por largos minutos, surgindo no final do mês uma conta de 30€ Não é justo que se enganem pessoas de idade que já se sentem aflitas para pagar uma normal factura de telefone e ainda surgem burlões destes.

E a Portugal Telecom não deveria ser chamada à responsabilidade? uma vez que fornece estes números de chamada de valor acrescentado a qualquer empresa…

A quem devo dirigir-me para ser ressarcida deste valor injustamente cobrado à minha mãe?

Ana Fonseca

On Telecom – Burla Telefónica

Recebi uma chamada no telefone de casa, de um número do norte (220153142), em que uma senhora, com pronúncia também do norte, me disse que estava ligar duma empresa do grupo PT (percebi que se chamava ON Telecom) e que o meu número tinha sido seleccionado para ganhar um prémio até 200€ e que tinha apenas que responder a uma pergunta.

A pergunta foi: “Quem foi o primeiro rei de Portugal? D. Dinis ou D. Afonso Henriques?” tendo sido felicitado por ter acertado.

Para reclamar o prémio teria que ligar para o número 607930019, se bem que a senhora não me soube dizer o que seria o prémio…

Como estranhei o número, fiz antes uma pesquisa no Google e encontrei várias referências a burlas.

Aparentemente esse número é um número de valor acrescentado carissímo.

Optimus Kanguru demasiado lento

Estive cerca de 10 minutos para conseguir aceder a esta página do “Queixas”. Este é apenas um exemplo daquilo que eu tenho vindo a usufruir deste medíocre serviço, aqui no concelho de Benavente, freguesia dos Foros da Charneca, onde os serviços do Kanguru estão a anos luz da realidade aqui a poucas dezenas de kms de Lisboa.

Tanto tenho um serviço com 3G como passado alguns minutos tenho 2G. Levo séculos para aceder a qualquer site que normalmente levo alguns segundos no meu pc, em Lisboa.

Como isto pode ser possível, se pago o mesmo valor aqui pelo serviço, como pagaria por exemplo em Lisboa?

Cumprimentos
Angelina Azevedo

Vendedor da Zon

Andava à procura de trabalho e fui aconselhado a ser vendedor da Zon em Évora, com tantas promessas de ganhar tanto, acabei por não receber nada, eles arranjam sempre uma desculpa para não pagar, e quase todos os dias arranjam pessoas, para essas pessoas serem enganadas.

E assim eles levam a loja às custas dos outros! Tenham cuidado em trabalhar na zon em evora na loja de vendedores.

Publicidade enganosa VODAFONE

Venho por este meio mostrar o meu descontentamento para com os métodos de angariação de clientes utilizados pelos vendedores da Vodafone. Ora vejamos:

Em Março de 2011 resolvi instalar net+tv+voz na minha nova residência, e, como tal, dirigi-me ao Centro Comercial Rio Sul, no Seixal, a fim de conhecer os preços praticados pelas várias empresas que disponibilizam tais serviços.

Todas elas praticavam o mesmo preço, que rondava os 42€, com excepção da Vodafone, cujo valor da mensalidade seria de 36,99€ durante os primeiros 12 meses, e só depois passaria aos tais 42€.

Naturalmente, perguntei à vendedora qual era a diferença (canais?velocidade da Internet?), ou se o valor final seria realmente esse, e a senhora garantiu-me que seria assim mesmo, pois era uma promoção para as adesões até 31 de Março. Decidi, então, optar pela Vodafone, achando que iria poupar alguns euros ao longo do primeiro ano de contrato.

Entretanto, o agendamento da instalação não correu pelo melhor, mas não irei descrever essa parte, porque não é esse o motivo da minha queixa.

Alguns dias após a instalação, a net e a tv deixaram de funcionar, e eu liguei, fiquei imenso tempo à espera (a linha de apoio é sempre paga, só para que conste) e não se resolveu nada.

Na segunda vez que liguei, avisei logo que, se não resolvessem o problema ou, de alguma forma, compensassem o prejuízo de estar a pagar por algo de que não estava a usufruir, iria desistir do serviço, pois ainda estava no período de experiência.

Dito isto, a pessoa que me atendeu disse que iria activar um desconto de 50% na mensalidade em questão (que, por acaso, seria a primeira), e assim foi: a primeira factura que me chegou era de 0€.

No entanto, quando chegou a mensalidade seguinte já era de 42,12€, e assim tem sido desde então, eventualmente variando em função das comunicações telefónicas que façamos. Já liguei para a vodafone, e também já fui à loja onde fiz a adesão pedir explicações, e o que me dizem é que a promoção em vigor seria:

36,99€ com oferta do valor da segunda box, sendo que o valor da box principal seria 5,12€/mês, ou seja, o valor real é de 42,99€, uma vez que, como é óbvio, tenho que ter box principal!

Portanto, a pessoa que me vendeu o serviço enganou-me deliberadamente, apesar de eu ter pedido todos os esclarecimentos e mais alguns, levando-me a aderir à Vodafone quando poderia ter optado por qualquer um dos outros, já que o preço é igual!

No momento em que recebi a factura já tinha passado o período em que poderia rescindir, portanto vou ter que ficar 24 meses agarrado a esta empresa que utiliza métodos nada éticos de angariação de clientes, porque, supostamente, eu é que percebi mal, e, como tal, não posso rescindir com justa causa!

Burla Optimus

A OPTIMUS, a partir do telemóvel da minha Mulher, no regime TAG, com saldo limitadíssimo e com chamadas de valor acrescentado barradas, conduziu terceiros ao levantamento da minha conta BPI (onde a minha Mulher é segundo titular), de um total de €275 em 5 movimentos distintos entre os dias 15 e 21 de Outubro de 2011.

Conta essa que tinha um cartão BPI associado ao telemóvel da minha Mulher diferente, respectivo código de acesso distinto e secreto.

Esta situação não deveria ser do conhecimento, utilização ou disponibilização por parte da referida operadora o que a faz ser conivente na burla.

Neste momento aguarda-se desfecho da situação tendo sido apresentada a seu tempo queixa por escrito em Livro Oficial de Reclamações da OPTIMUS bem como apresentada queixa junto da ANACOM.

Serviço de atendimento 1693 da Optimus

No dia 15 de Fevereiro de 2012, pelas 15H52m, fiz uma chamada para o nº. 1693 da Optimus para saber porque é que não podia fazer chamadas de valor acrescentado, visto eu ter cerca de 200€ de saldo e ainda assim a operadora informar que teria que fazer mais um carregamento.

O funcionário da Optimus que me atendeu disse que era a mecanica do sistema para assim a operadora me controlar os custos.

Eu respondi que, estando eu num país livre, sendo adulto e responsável, podia gastar o meu dinheiro como bem entedesse.

Não sei se é politica da empresa Optimus, ou se foi azar no funcionário que me calhou, mas a determinada altura o comportamento do mesmo foi de uma tremenda falta de educação, pena foi, eu não ter gravado a comunicação, começando por tentar não me deixar falar, depois a não me responder às minhas questões até que por fim deixou rigorosamente de falar.

Ainda tinha algumas perguntas a serem feitas mas tive que acabar por desligar, pois cheguei à conclusão que com aquele funcionário as minhas duvidas nunca iriam ser esclarecidas.

Espero que a Optimus não seja a impulsionadora destas atitudes nos seus funcionários e que tenha sido apenas um caso pontual de um mau colaborador que a mesma tem nos seus quadros.

Ao fim de tantos anos como cliente da Optimus, fiquei estupefacto com o tipo de atendimento prestado.

Só foi pena não ter gravado a chamada para anexar e identificar o funcionário.

Zon – inqualificável

Sou cliente fibra, TV+Net+Voz da operadora em título. Após dez dias, dezenas de horas ‘pendurado’ ao telefone com o 16990, por força de avaria no serviço de voz, não consigo encontrar palavras para qualificar a incompetência e a total falta de profissionalismo do referido serviço de apoio.

Entre informações contraditórias, atendimentos antipáticos e agressivos, ameaças veladas, faltas a compromissos, esperas exasperantes e, naturalmente, uma ineficácia total na resolução da avaria, momentos houve em que me cheguei a sentir o culpado pela situação (e talvez o seja) e não um cidadão comum que mantém um contrato com uma prestadora de serviços arrogante e prepotente que não cumpre com as suas obrigações.

Tendo em consideração a dimensão e o nível tecnológico da empresa e bem assim os seus colossais investimentos publicitários e promocionais não se compreende tamanhas desorganização e incompetência.

O meu primeiro impulso foi cancelar o contrato e subscrever os serviços da Meo.

Após auscultação da opinião de clientes da última e ‘passeado’ pelos fóruns facilmente concluí que ao fazê-lo iria ter apenas ‘mais do mesmo’.

Será sinal dos tempos esta nova forma de opressão ? Ou deveria ter dito espoliação ? Afinal o que representa uma cliente a mais ou a menos ?

Poupei-me deliberadamente a detalhes, que seriam cansativos e desagradáveis, mas que quem, como eu, já se deparou com este tipo de situação sabe bem avaliar.

Não reclamo, constato. O nosso país é uma somatório de ZONs.

Serviço Vodafone 360

Durante a esta semana, à semelhança de outros utilizadores, também me vou deslocar à sede no Parque das Nações, para escrever no livro de reclamações.

Já tentei contacto telefónico (claro que compreendo que os operadores não possam fazer muito), enviei carta e emails.
Após estes contactos, enviaram-me a seguinte sms:

”Se quiser trocar o seu equipamento, disponibilizamos-lhe uma campanha exclusiva do Clube Viva até 31 de Outubro. Com esta campanha, pode trocar o seu telemóvel H1 ou M1 por qualquer smartphone da oferta actual Clube Viva, sendo apenas necessários 50% dos pontos referidos no catálogo mais o valor monetário indicado.”

Acho que o cliente não pode sair prejudicado por problemas alheios ao próprio.

Contra as propostas da vodafone tenho a dizer o seguinte:

-O telemovel tem menos de um ano, sou estudante e não carrego mensalmente o telemovel com mais de 15€, logo pontos Viva que tenho são insignificantes. Recuso me a trocar de equipamento por um de nível inferior ao actual.

-Por ser estudante, ia mudar para o tarifário extreme onde ficaria a pagar 5€ por mês, quando fui surpreendida com toda esta situação, portanto nunca aceitarei ficar vinculada a NADA durante 24meses, muito menos a pagar 15€, pois como tenho wifi na universidade não preciso de aditivos.

Após esta reclamação junto da Vodafone, irei enviar também reclamação junto das autoridades competentes. Não é justo uma operadora “obrigar” um cliente a adquirir novo equipamento, quando à menos de 1 ano tinha comprado um. Não estamos em tempos de nos darmos ao luxo de andar comprar dois telemóveis todos os anos.

PS: O meu telemóvel está dentro da garantia e tem seguro.

Maria Ana

Queixa contra Optimus

Venho fazer queixa da Optimus que me burlou e de que maneira.

Prometeu rescindir o contrato com a Zon como condição para aderir a Optimus.

Mais grave ainda é que durante os 15 dias de experiência, solicitei o encerramento do serviços, mas foram adiando, inclusive mandaram técnicos cá a casa, continuaram a adiar e hoje dizem que nunca receberam cartas de rescisão nem solicitação de encerramento de serviço.

O que posso fazer?