TMN não cancela tarifário sem fidelização após ser burlado por comercial TMN

Durante 1 ano tive activa uma placa banda larga com tarifário E-escolas, esse contrato terminou a 27/9/2011, desde meados de Julho do mesmo ano fui contactado por diversos comerciais TMN para renovar contrato, eu disse sempre que não pretendia pois não queria fidelizar-me, foram persistindo até que em Setembro do ano transacto me ligou um comercial que me disse o seguinte :
“Sr. José como o senhor não se quer fidelizar tenho o tarifário indicado para si, paga 10€ por mês por 2 gb de tráfego exactamente com as mesmas característica do serviço que tem, sem precisar assinar qualquer contrato” então perguntei, após os 2 gb barra o tráfego? pois é o meu filho de apenas 14 anos que utiliza o serviço, ao que me respondeu ” sim barra, fica exactamente com as mesmas característica que tem agora (meados de Setembro de 2011)” como não tinha que assinar contrato e ficava com as mesmas característica resolvi ficar com o serviço pois durante o ano em que tive contrato nunca tive problemas( nunca assinando contrato).

No Mês de Novembro veio-me uma factura de 11€, paguei de imediato mal recebi, Em Dezembro recebo uma factura de 230€, de imediato liguei para o 1696 a reclamar e pedir esclarecimentos a 23/12/2011, fui informado pela assistente que o tarifário era de 4gb e após atingido o plafond era cobrado por fora 0,26 cêntimos por Kb, como não era o acordado com o comercial que me activou o serviço de imediato pedi o cancelamento da placa ( não assinei contrato) pois não estou fidelizado, a operadora do 1696 disse-me que era noutra linha que cancelavam, passou a chamada e o operador tentou demover-me de cancelar o serviço ao qual não acedi, dia 24/12/2011 enviei e-mail com aviso de entrega e leitura para o e-mail cliente@tmn.pt onde expuz detalhadamente o sucedido e pedia cancelamento imediato do serviço pois era o meu filho de 14 anos que utilizava a pen e não vivendo eu com ele (sou divorciado) não queria o serviço activo.

Responderam-me ao e-mail dizendo que iam analisar o assunto e previam responder dento de 10 dias, no entanto passados 3 dias mandaram-me um mail a dizer que emitiram uma nota de crédito de 199€ ficando a factura no valor de 31€ que é o valor da mensalidade do tarifário ilimitado da TMN, repondi que pagaria apenas a mensalidade ( o que fiz) pois tinha sido o acordado com o comercial deles, em 03/01 do ano corrente ainda não tinham cancelado a Placa, dirigi-me a uma loja TMN preenchendo um formulário a pedir o cancelamento imediato e factura detalhada do serviço, na loja disseram-me que no maximo em 24 horas estaria cancelado o serviço, a TMN emite a factura detalhada mas não cancela a conta, mandei inúmeros e-mails a reclamar e nada, liguei para o 1696 e mais uma vez me passam para outro serviço onde me informam que só cancelam o serviço a 31 de Janeiro, revoltado disse-lhe que não estou fidelizado o que a operadora confirmou e como tal queria a suspensão imediata do serviço, informou-me que não podia ser pois só dia 31 o podia fazer.

Agora pergunto se não assinei nenhum contrato e não estou fidelizado porque não me cancelaram o serviço a 23/12/2011 como pedi?! Abusivamente a TMN mantém ainda a Banda larga activa… já lhes informei que não pago o mês de Janeiro pois não me podem obrigar a ter um serviço que não quero.

Agradeço que alguém faça alguma coisa contra esta atitude abusiva, abusiva por não cancelarem a placa e abusiva por me activarem um serviço com características totalmente diferentes do que acordei com eles.
Não acredito que alguém tenha legitimidade para agir assim e ficar impune. Ou Tem?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *