UNICRE

A NETNBUY.COM, uma loja on-line inteiramente portuguesa, tem vindo a ter imensos problemas com a plataforma de pagamentos gerida pela empresa UNICRE. Facto que tem vindo a acontecer sistematicamente e com uma fraca resposta por parte da Unicre.

O que aconteceu foi então o seguinte e reportando a factos mais recentes, pois já ocorreram imensos episódios:

Em Dezembro de 2011 a NETNBUY ficou impossibilitada de receber pagamentos por parte dos seus clientes com cartão de crédito durante 2 semanas, devido a um problema na plataforma UNICRE. Ora, após muitas vendas perdidas, após muitas chamadas e após muita insistência da nossa parte o problema foi resolvido. Contudo e infelizmente, temporariamente!

Ora, em Janeiro 2012, a NETNBUY volta novamente a ficar sem plataforma de pagamentos. Já foram enviados 10 e-mails para o serviço de apoio a clientes (?) da Unicre, aos quais não obtivémos resposta. Já foram feitas várias chamadas para a linha de apoio e o problema continua por resolver… Inclusivé no dia de hoje ( 27 Janeiro de 2012) DESLIGARAM O TELEFONE NA CARA aquando apresentada a devida reclamação. Acto de extrema má educação e verdadeiramente digno de uma empresa regida por muito fracos valores éticos e de educação. Já vamos na segunda semana sem pagamentos Unicre e a NETNBUY a incorrer em prejuízos por total incompetência da Unicre.

Ora, o problema continua por resolver e o que é certo é que a UNICRE não se coibe de debitar todos os meses a mensalidade à NETNBUY. A NETNBUY está a pagar por um serviço que na realidade não o tem e fica assim inibida de receber os pagamentos por cartão de crédito por parte dos seus clientes.

Tal como devem imaginar, a NETNBUY incorre em grandes prejuízos, deixando de vender, por um problema ao qual é completamente alheia. Esta situação inclusivé mancha a imagem da NETNBUY, porque os clientes ao tentarem efectuar compras através da plataforma Unicre dá erro.

Achamos esta situação verdadeiramente lamentável e exigimos um pedido de desculpas formal por parte da Unicre, bem como a inibição do pagamento de mensalidades por todos os prejuízos causados e vendas perdidas, bem como problemas que aí virão (que certamente virão, dado o histórico).

Twitter Digg Delicious Stumbleupon Technorati Facebook


Deixa um comentário