Bahco Ferramentas

Tive uma grande decepção com esta marca Bahco, espanhola, que sucedeu à sueca SANDVIK.

Tive umas tesouras de poda da Sandvik durante décadas, até mas roubarem. A lâmina continuava indeformável, graças a uma excelente qualidade do aço.

Fiz questão de comprar outras tesouras, agora da antiga Sandvik, actual Bahco. Custaram-me 38€ (TRINTA E OITO EUROS!), mas, acreditando que eram iguais às antigas, achei que valia a pena o investimento.
bahco
Afinal, bastou uma hora de trabalho para ver a diferença abismal: a lâmina cedeu num ponto, como se tivesse esbarrado em arame, o que nunca aconteceu.

Após pouco tempo de trabalho, a seiva dos ramos verdes faz as lâminas das tesouras colar, obrigando-nos a um esforço suplementar para abrir as tesouras, cerceando-nos, assim, o rendimento do trabalho.

Conclusão:  A BAHCO, ESPANHOLA, NÃO TEM NADA A VER COM A ANTIGA SANDVIK, sueca.

Lembrei-me do tempo em que fui emigrante no Brasil.  Conheci um brasileiro de origem germânica, que me deu uma informação curiosa.  A VW brasileira, com 100% das peças feitas no Brasil, não conseguia ter uma única peça aprovada na Alemanha, por falta de qualidade dos aços.

Nunca pensei que os espanhóis estivessem a um nível tão baixo, nesse campo.

By: Horácio Barbosa