Burla Lider Jobs Porto

Venho por este meio participar a burla efectuada pela lider jobs porto.

No mês de Julho 2011 estando desempregado procurei através da internet trabalho no estrangeiro para indeferençiados, e aí encontrei a lider jobs porto, a qual tinha através de parceria vaga para inglaterra para copeiro em marlow.

Fui lá numa segunda e na terça regressei lá novamente para pagar 150 euros para enviarem o curriculum para procura nas agencias parceiras.

No sábado fui chamado para apanhar o avião no domingo para Inglaterra, o qual era destino marlow para copeiro, com alojamento incluido e 800 libras por mês.

Em vez de ser no Domingo fui na terça mais três compatriotas, no qual paguei 120 euros para o avião.

Anterormente pedi informações se era preciso levar algum dinheiro para o começo da vida, o qual me respondeu que só bastava levar 100 libras que já me safava, além disto teriamos que entregar à agência parceira 300 euros para me abrir a conta bancária, transportes casa trabalho e trabalho casa; mais legalização fiscal e segurança social.

O pesadelo: chegados a inglaterra fomos esperados pela agencia inglesa ( Nelson ), o qual ao começar pediu 300 libras, o qual ficamos estupefactos, então não eram 300 euros como nos disseram no Porto?

E trezentas libras quantos euros eram? – Perguntamos.

E este respondeu 400 euros, logo pegamos no telemóvel e contactamos a Lider Jobs Porto, e este lá deu a volta ao nelson e lá ficou com os 300 euros todo chateado.

Depois dirige-se a mim e disse, afinal você já não vai para marlow mas para colchester e fiquei muito admirado, mas como ia para trabalhar o sitio não importava, mas teve importância na  burla.

Como era noite disse, como já é noite vocês para passar a noite ou pagam um hotel ou dormem a titulo provisório num quarto de um portugês mas têm que dar cada um 15 libras para o quarto, mais uma burla, então a dormida não estava incluida! 15 libras para dormir no chão!

No outro dia fomos abrir a conta bancária sem termos que fazer algum depósito na conta e lá nos levou a colchester para o dito restaurante, no qual a nossa função era aprender a ser chefe de cozinha em duas semanas.

Alguns nem falavam correctamente inglês quanto mais ler e nunca tiveram experiencia em cozinha! A dormida dois encontraram quarto a pagar cada um 300 libras por mês, eu e outro andamos a dormir em hotéis pagos pelo restaurante até nos despedirem, pois não havia quarto para alugar nas redondezas, então o pagamento do quarto não estava incluido no ordenado?

E o ordenado só pagavam passado três semanas, pois o pagamento era à quinzen, e além disso era variável 6 libras à hora brutas aos quais davam com impostos 3 a 4 libras, e então 100 libras dava para nos safar?

A refeição era incluída excepto nas folgas, mas alguém ficava satisfeito com um prato de batatas fritas e um hamburguer do meio dia até à uma da manhã ? Lá está o portugês a abrir os olhos e comer algumas sobras de comida do fim do dia, mais vale isto do que ir para o lixo.

Na sexta feira da outra semana ia pegar a trabalhar às 5 horas e às quatro dirigime para comer, o meu colega estava de folga mas como não tinha nada para fazer foi comigo, no dia em que no disseram que estávamos despedidos, pois não havia mais estadia em hotéis.

Depois ficamos a saber que de quatro trabalhadores só precisavam de dois. Toca a telefonar à agência de Inglaterra ( nelson ) para nos resolver a situação, nunca mais telefonou ficamos a dormir na rua.

No outro dia telefonanos a dizer que nos arranjavam outro emprego, mas perante tamanho desespero decidimos regressar para portugal.

O outro já não tinha dinheiro e ainda tive que lhe pagar os transportes de regresso e alguma alimentação.

Em portugal fomos novamente à lider jobs pedir explicações e lavaram as mãos como pilatos, empurrando a responsabilidade para Inglaterra e o de Inglaterra para portugal.

Adeus dinheiro ninguem nos devolveu nada e o mais caricato o banco inglês não tem representação em portugal, no qual ainda não se consegiu sacar o dinheiro da conta bancária dos dias que trabalhámos.

Outro alerta escolham um banco com representação em Portugal.

Conclusão: mandam as pessoas mal informadas sujeitas a terem que ficarem por lá caidos na desgraça, como muitos outros, pois o regresso torna-se vergonhoso sem culpa própria.

Com estes burlões da lider jobs porto não quero mais nada. no final feitas as contas perdemos à volta de 800 euros em duas semanas.

by: josé carlos malheiro barbosa

Burla da liderjobs

No dia 09/07/2010, depois de ficar desempregado, respondi a um anuncio da Liderjobs Porto, a fim de tentar arranjar emprego.

Depois de muita conversa terminei a pagar 90€ com a promessa de que iria ser contactado rapidamente pois havia empresas a precisar de encarregados na minha área, e que tivesse sempre o telemóvel ligado.

Ainda me afirmaram de que se por qualquer motivo nao fosse chamado no prazo de 1 ano, devolveriam o dinheiro, liguei por diversas vezes mas sem sucesso, mandei email , mas sem resposta , mais uma vez liguei hoje.

A chamada foi passada a uma srª que me disseram ser a DRª Joana, mas que passou toda a conversa a arranjar desculpas,tendo-me dito para ir lá falar com a administração, como se eu não soubesse que nunca seria atendido.

Continuo desempregado, por isso agora só me resta apresentar queixa para que estas empresas deixem de enriquecer à custa de quem precisa de trabalho!

Obrigado,

By: mario manuel fragao rocha